topo↑

K-Drama: Hyde, Jekyll and I

Mais um k-drama estrelando o Hyun Bin, Priih? Não me diga! ¯\_(ツ)_/¯ Desculpa aê galera, mas eu sou apaixonada por esse ator (dúvidas??), e não via a hora de terminar essa resenha. Aliás, tem mil resenhas de trabalhos dele – e também de outros atores – que eu deveria publicar no blog, mas /shame on me/ não estão prontas.

Hyde, Jekyll and I é o primeiro k-drama que ele fez após voltar do seu alistamento militar que durou 2 anos, motivo esse que aumentou ainda mais a minha empolgação. O último k-drama que ele contracenou antes de se alistar foi Secret Garden, que também já resenhei aqui. Aliás, para alegria de uns (eu) e cara de feia de outros, ambos dramas tem bastante em comum.

A história gira em torno de Goo Seo Jin, diretor do parque temático Wonderland, o qual pertence ao seu pai, e Jang HaNa, que cuida do circo que era do seu pai e que é uma das atrações do Wonderland. Goo Seo Jin é frio, sistemático, não gosta de se relacionar com ninguém e por conta disso é solitário, apesar de ter sempre à disposição o seu fiel secretário e o seu segurança pessoal. Mas ele tem motivos consideráveis pra ser assim, esquivo. O gato coitado sofre de personalidade dupla, resultado de um período tão traumático da sua infância que ele forçou-se a esquecer. Algum de vocês já ouviu falar no Dr. Jekyll e no Mr. Hyde, de O Médico e o Monstro? Na obra, Hyde seria a personalidade monstruosa de Jekyll, o qual no fim da trama acaba tornando-se refém da mesma. Mas aqui a gente não pode levar isso tãão ao pé da letra. Foi uma inspiração para o enredo, claro, mas o Seo Jin não chega a ser um monstro.


se isso é um monstro, eu quero um monstro desse pra mim BJS

Eu não sou a pessoa mais crítica da terra, aliás, devo confessar que sou bem água com açúcar no que diz respeito a opinar sobre k-dramas. Tanto que pra eu odiar um, é extremamente difícil. Ou os atores tem que ser muito ruins, ou a história péssima.
Esse drama tem aquela coisa toda do suspense, de você ficar agoniada querendo saber quem é o fulano que fez isso ou aquilo. Um exemplo: na história, um certo cara sequestra a Drª que cuida do caso de personalidade múltipla do Seo Jin há anos (isso acontece no 2º episódio, então nem é TÃO spoiler assim, ok?), e todas as evidências de quem pode ser o sequestrador apontam para um cara, mas adivinhem?? Não vou contar, HEHE. Tudo bem que no início eu fiquei um pouquinho chateada, pois achei que eles fizeram umas revelações rápidas demais, mas no desenrolar da trama surgem outros mistérios que compensam.


Dra. Kang na sofrência sequestrada

Se você é daquelas pessoas impacientes, que desiste de ver na primeira coisa que não te agrada, recomendo ser persistente e continuar assistindo, porque é mais pra frente que o negócio fica bom! Já no início do k-drama (percebam que eu sigo uma ordem sem pé nem cabeça pra essa resenha, mas ok), o Seo Jin acaba conhecendo a HaNa (de uma forma bem bizarra, aliás), e garanto que nesse primeiro “encontro”, você vai sentir muita raiva dele. Mas passa, tá? Bom, a segunda personalidade do Seo Jin – que se chama Robin – estava lá quietinha há muito tempo, há alguns anos não dava as caras. E quem será que a desperta novamente? Muito difícil, né? Obviamente, a HaNa. E o Robin… ah, ele é um amorzinho, e tem o instinto próprio de salvar as pessoas. Sério, dá vontade de colocar ele num potinho, mimar e guardar pra sempre. Aí vocês podem imaginar que fica difícil não entrar em conflito com Seo Jin VS Robin, porque de um lado temos um charmoso casca grossa com trauma de infância, e do outro lado temos essa criatura amável pra não largar nunca mais. COMOLIDAR?


Robin e seu sorriso encantador ♥

E a Hana-shi, que acaba sendo a testemunha do sequestro da Dra. Kang, torna-se peça fundamental para o caso. Assim, o Seo Jin se vê obrigado a mantê-la por perto, mesmo odiando isso e por vezes tentando livrar-se dela. Mas aí amigos, o Robin já está a solta e vocês podem imaginar o que acontece. Muito triste estar num triângulo amoroso e ter que dividir a atenção pro mesmo cara gato duplamente, né? De dia uma coisa, à noite outra. Tão triste que eu até chorei aqui por não estar no lugar dela.


Seo Jin, é uma cilada BINO

PONTOS POSITIVOS

Hyun Bin sendo maravilhoso artisticamente, fisicamente, tudo MA OEEE

A fofura constante entre Robin e HaNa-shi

As cenas tensas entre o Seo Jin e a HaNa-shi (porque eu gosto de sofrer)

  

Taejoo, uma relação de amor e ódio com ele durante o k-drama inteiro (porém MUITO mais de amor que ódio)

O segurança gato, tão gato que OLHA, nem sei

Frases que levarei para a vida toda (Parte I):

Frases que levarei para a vida toda (Parte II):

Frases que levarei para a vida toda (Parte III):

A forma que abordaram o Transtorno Dissociativo de Identidade (mais conhecido como Transtorno de Personalidade Múltipla)

PONTOS NEGATIVOS

Esta personagem. Não s-u-p-o-r-t-o. A típica personagem mimada, chata, metida e que poderia muito bem ser descartada. Sei que ela é a menina do Girl’s Day, mas foi um papel infeliz – desculpa aê fãs.

Este outro personagem. Também desnecessauro. Uma obsessão boba pelo personagem principal, que poderia ser muito melhor se não tivessem dado pra ele um papel de bunda mole invejoso.

Eu disse que não sou tão crítica assim, não disse? Por outro lado, me empolguei na escrita, como sempre. Ao menos acho que consegui dar uma ideia da geral da história e de como ela se desenvolve. Ah, e pra quem nunca assistiu nenhum k-drama ou dorama: no início desse tem uns ~efeitos~ e umas cenas meio “oi?”, mas isso é normal, tá? No começo você estranha, mas depois nem dá bola e acha até engraçado. Dependendo do que for eu acabo achando fofo mesmo xD .

E pra finalizar, um trailer! Me vi obrigada a escolher um fanmade, pois os outros que achei ou não tinham legenda, ou mostravam muitos spoilers, ou então eram muito sérios. Esse aqui tem uma edição meio estranha no começo e no final, mas eu gostei bastante – apesar da pessoa não ter usado nenhuma música da trilha sonora original do k-drama. Não curto muito a Taylor (sem pedras por favor, não é nada pessoal), porém essa música combinou com as cenas!

PS.: Se nada do que eu escrevi ou mostrei te convenceu, então assista pelo final. O final desse k-drama é surpreendentemente lindo.

ONDE ASSISTIR?

No DramaFever, completo – pra assistir online e legendado em português

Priih

Priscila Cardoso (프리실라 카르도스), ou apenas Priih. 26. Inconstante em muitos níveis e intensa igualmente. Escreve incontroladamente sobre tudo e tagarela sobre a Coreia desde 2008. Descobre novas paixões a cada dia e não dispensa livros, música e uma boa caneca de café.
  • Kang Liara

    Eu confesso que só assisti esse dorama por causa do Hyun Bin oppa!
    Super concordo que no começo tem umas cenas que a gente fica: WTF?? ~~ mas depois começa a acha até engraçado ou fofo.
    Sou fã de carteirinha de doramas, então, posso dizer que esse não passa nem perto dos melhores doramas que já vi.. ~ Mas essa é a minha opinião~~ É um bom dorama :)
    Mas como fangirl assumida do Hyun Bin, não conseguia parar de baba com a beleza do moço ^~^
    Além da bela atuação dele. Nem parecia que Seo Jin e Robin eram a mesma pessoa.
    Sung Joon oppa, seu lindooo <333
    Que resenha fofa *~*

    11 de Maio de 2016 at 15:49 Responder
  • Mari Duarte

    Oi priiih!
    Esse dorama tá na minha lista desde um pouco antes de estrear mas acbei colocando outros na frente pq sou assim, não sei fazer uma lista organizada e saio assistindo tudo que nem louca kkkk
    Nossa, esse Sung Joon não tem folga, parece que foi ontem que fez Discovery of love (que tem o Eric do Shinhwa e é um drama muito gracinha, recomendo) e já fez esse dorama e tá fazendo outro. Acho ele não lindo lol
    Sua review me convenceu que devo dar uma chance pra Hyde Jekyll and I e assistir antes das minhas férias acabarem.
    Beijos <33

    7 de julho de 2015 at 21:43 Responder
  • Loli

    Waaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa cade as férias para eu ver doramas ლ(╹◡╹ლ)
    http://diariodelolivlet.blogspot.com.br/

    11 de junho de 2015 at 1:13 Responder
  • Sarah

    Não conhecia esse dorama mas parece ótimo, vou coloca-lo na minha listinha de dramas para assistir ♥ No momento estou assistindo Blood, conhece? É super legal, com vampiros e uma vibe meio de terror e suspense!

    Beijos Priih // http://www.heylittlelion.com/

    6 de junho de 2015 at 15:48 Responder
  • Clayci

    Entendo sua paixão viu? Não conhecia, mas só pelos gifs me apaixonei por esse cara!

    3 de junho de 2015 at 14:25 Responder
  • Édypo

    Ai que saudades de assistir K-drama, o último que eu assisti foi My Lovely Girl com a Krystal, o Rain e o L ❤ e já faz um tempinho, mas é tanta série, anime, faculdade que é difícil conciliar tudo, mas as férias estão chegando e vou fazer de tudo pra ver um K-drama e Prih, também amei Secret Garden, foi um dos melhores que eu já assisti, junto com 49 Days, é lindo, choro horrores, SUPER RECOMENDO

    31 de Maio de 2015 at 16:34 Responder

Comenta, vai?