topo↑

Coreano Online: sobre o primeiro curso de coreano que eu fiz

YAY! Feliz ano novo! ♡ Não sei vocês, mas nem bem começou o ano e eu já estou no clima de estudos novamente – ou pelo menos tentando voltar a ele sem demora, pra não enferrujar. Por isso, nada melhor do que o primeiro post de 2018 estrear com uma categoria nova, dedicada especialmente a esse assunto! Afinal, sei que tem muita gente que se interessa sobre isso.

No ano passado, conforme eu compartilhava em pequenas porções o meu progresso no estudo do coreano, várias pessoas me perguntaram aqui e ali, a respeito do mesmo. Desde então, tive vontade de fazer um post explicativo (ou porque não, convidativo) assim que finalizasse o nível 1. Demorou um pouco, mas aqui estou pra falar desse curso que é tão amor.

Sempre acompanhei muitas páginas, sites e perfis relacionados à cultura coreana e à hallyu, e, devido a isso, constantemente descubro coisas novas e inspiradoras a respeito. Infelizmente, com tanto conteúdo no ar, muito material bom passa despercebido. Mas -thanks God- não foi o caso do Coreano Online, que surgiu no meu caminho justamente quando eu mais precisava (expliquei sobre isso em detalhes no post anterior). E eu não poderia ser mais grata por essa descoberta que foi um divisor de águas.

De antemão já indico as páginas De Prosa na Coreia, Coreano para Brasileiros e Carlos Gorito, pois foi através das mesmas que fiquei sabendo desse projeto incrível desde o início. E posso estar errada, mas pelo que entendi todos eles se juntaram para criar esse curso, que inicialmente começou com a Semana da Coreia. Esta, é um evento no qual você se inscreve antecipadamente (e gratuitamente!) para participar, e todos os dias são liberados vídeos exclusivos recheados de informações para quem deseja estudar/morar na Coreia do Sul. O último dia dessa semana foi fechado com chave de ouro, com o anúncio de um curso online de 한글 focado especialmente pra quem está começando, mas com seu conteúdo baseado no TOPIK – o teste de proficiência coreano.

Estudar literalmente por conta própria é um desafio gigantesco, e mais ainda quando você tem problemas psicológicos que sabotam o seu progresso ao menor sinal de dificuldade. Então, encontrar um curso da língua que você tanto deseja aprender, que seja flexível, rico em conteúdo e com suporte constante, é quase como achar um pote de ouro no fim do arco-íris.

Todo o planejamento do curso é muito organizado. Temos acesso a uma plataforma privada online com todos os módulos que aprenderemos. Cada módulo é dividido em várias seções, e cada seção possui: material para baixar e imprimir, um vídeo explicativo do assunto e um teste para revisar o conteúdo aprendido. O mais bacana é que todos os vídeos são preparados pelos próprios professores, então não fica uma coisa engessada só com slides e imagens, por exemplo. Você realmente vê os seus professores apresentando o material, e sempre ensinando o assunto de forma divertida e descontraída, o que faz toda a diferença.

Para me organizar, dividi o meu fichário pelos módulos do curso e também encadernei cada um dos mesmos (conforme os alcançava). Eu sabia que se eu deixasse simplesmente folhas soltas ou só grampeadas para estudar, ia acabar me desmotivando de alguma forma, então fiz uma “encadernação” de forma simples: 4 furos e dois pedaços de fitas de cetim para amarrar. Não cai, não atrapalha, fica bonito e eu consigo manusear normalmente, que é o mais importante.

eu realmente treinei muito a caligrafia das vogais e consoantes ㅋㅋㅋ

Não vou expôr em detalhes o conteúdo dos módulos aqui, em respeito aos meus professores que criaram o conteúdo, e em respeito aos alunos que pagaram para ter acesso a algo que, sendo assim, deve ser exclusivo. Mas garanto que é bem feito, bem planejado, e que vale a pena o dinheiro investido. Realmente existe um processo a se seguir, não é tudo jogado de qualquer jeito de modo que você fica confuso. Os exemplos condizem com o que você aprendeu, e estou frisando isso porque já vi muita apostila que de cara te apresenta um texto cheio de partículas e terminações que você não sabe de onde surgiram, pois não tinham sido explicadas anteriormente. O que é um grande erro, porque já desanima a pessoa a continuar naquele conteúdo.

Todos os professores são super acessíveis. Você pode tirar suas dúvidas mandando perguntas nas abas das seções de cada módulo (e eles respondem rapidinho, na medida do possível), ou por e-mail, ou ainda pelas vídeo-aulas ao vivo, que ocorrem toda semana e funcionam como uma super revisão do módulo aprendido ♡. Rolam ainda interações extras, como grupo de estudo no kakao talk – ano passado eu não participei pois estava com vergonha, shame on me -, e participações diretas nas aulas ao vivo.

Pareço uma tiete puxa-saco? Pareço, mas o curso superou as minhas expectativas e meu depoimento é 100% verdadeiro. Além do mais, tudo o que é bom deve ser compartilhado, e sei que muitos querem fazer um curso de coreano mas não podem, pois não tem na sua cidade. Sofrência que essa que vos escreve também passou por um longo tempo.

Como cada um tem o seu ritmo de aprendizado e eu não possuo tanta facilidade em absorver conteúdos novos como outras pessoas, alterei a minha rotina e me muni de ferramentas que pudessem me ajudar nessa tarefa. O primeiro passo foi me livrar das distrações das redes sociais, pois são o meu ponto fraco e eu sabia que precisava tomar uma atitude se quisesse levar o curso a sério. O segundo passo, como já mencionado, foi encadernar todos os módulos e organizar o meu fichário, pois convenhamos que dá muito mais gosto ver algo bem planejado (perfeccionista eu, será?) e visualmente bonito, te motiva. Por fim, foi adquirir material adicional para fixar as informações aprendidas ou aquilo que eu senti que mais precisava da minha atenção no momento.


Com o término do primeiro nível do curso, logo em seguida fui com a cara e a coragem fazer o TOPIK I. Tenho um sério problema de ansiedade e baixa auto-estima, então mesmo tendo estudado muito, não pensei que eu poderia sequer chegar na pontuação mínima. Porém, eu não só cheguei na pontuação mínima como a ultrapassei, e fiquei 5 pontos atrás de conseguir o nível 2 no teste de proficiência! Um resultado mais do que positivo pra quem começou o curso com o mínimo de conhecimento na língua.

Ainda tenho muito o que melhorar e uma tonelada de coisas para aprender, mas com certeza estou mais confiante e motivada para continuar os estudos! E assim alcançar o nível 2, 3, 4… como disse um dos meus professores: o céu é o limite! Hehe ^^

Se você leu até aqui, muito provavelmente tem grande interesse em aprender coreano. Se for o caso, já deixo a dica de que em breve acontecerá a 3ª Semana da Coreia, então vale super a pena curtir a página do Coreano Online para não perder o evento!
Ingressar nesse curso só me fez bem, de verdade. Por isso, espero que esse post sirva de inspiração e como um pontapé inicial para que aqueles que também sonham em finalmente estudar coreano, possam sentir a mesma gratidão ♡

SITE | BLOG | INSTAGRAM | PÁGINA DO FACEBOOK | CANAL

Priih

Priscila Cardoso (프리실라 카르도스), ou apenas Priih. 26. Inconstante em muitos níveis e intensa igualmente. Escreve incontroladamente sobre tudo e tagarela sobre a Coreia desde 2008. Descobre novas paixões a cada dia e não dispensa livros, música e uma boa caneca de café.
  • Victoria

    Oi! Eu estou aprendendo por conta própria, já sei várias coisas, mas preciso aprender mais, acho que este curso será bem organizado e irá me ajudar bastante, mas tenho uma pergunta, precisa pagar algo?

    19 de Janeiro de 2018 at 22:03 Responder
  • Nadi

    Oiii Priih ^.^ Que linduuu seu post, cada palavra sua me deu uma nova e mais inspiração e força pra continuar a aprender coreano 😄. Estudo em casa, mas o problema é que muitas vezes me sinto perdida por onde começo, às vezes bate um desânimo. Me identifiquei com várias palavras suas. Teve um tempo que parei de estudar pois pra mim sempre diziam que não ia conseguir, e fiquei meses sem estudar e até mesmo me afastei de outras coisas que tanto gosto, mas dentro de mim sempre batia no coração que não posso desistir assim, e que vale a pena persistir por aquilo que nos faz bem. A língua coreana foi um dos motivos que fizeram renascer meus sonhos, nem sei como explicar, me sinto feliz só pelo som que a língua transmite. Agradeço de coração. Teve tanta gente que me ajudou e me fez sorrir novante e me deu mais esperança em acreditar em mim e suas palavras foram tbm uma delas… espero muito conseguir fazer parte dessa turma… desculpa pelo comentário grande ^.^! Que Deus Te Abençoe muito, e tenha muito, muito sucesso em toda sua caminhada. Um beijão e um grande Abraçuuuu…!!! ^.^ Fighting…!

    19 de Janeiro de 2018 at 14:53 Responder
  • Ana Paula Santana

    Eu amo esta língua, quero me inscrever no curso coreano online e eu adorei o seu post, achei bem interessante. É bom saber que há pessoas que se interessem por esta língua tão bonita, eu sei um pouco do coreano tudo graças ao kpop kkkk e os dramas que eu assisto na língua original coreana. Ameiii seu post.

    17 de Janeiro de 2018 at 15:26 Responder
  • Carla

    Nossa que legal, sempre tive vontade de aprender, obrigado pela indicação e as dicas, adorei.

    16 de Janeiro de 2018 at 17:54 Responder
  • Adriano

    Oi Priih, que demais seu depoimento, gostei bastante e li tudo rs
    Comecei a estudar coreano pelo canal aprendendo coreano, estou muito motivado a continuar, já estou vendo de fazer o curso no coreano online. Uma pergunta, vc escrevia uma folha mais ou menos de todas as vogais pra fixar bem na memoria? Eu estou escrevendo as letras de musicas coreanas que eu gosto em hangul pra me familiarizar com o alfabeto.
    Espero não bater aquela “Bad” por ser uma lingua difícil e querer desistir….Bjs Priih!

    14 de Janeiro de 2018 at 21:32 Responder
  • Djessica Prado

    Oi Priscila;
    Obrigado por sua excelente postagem, coincidentemente estava em busca de opiniões sobre o curso. Desisti no ultimo dia de fazer ano passado, mas esse ano estou muito animada de fazer. Já estudo por conta própria a muitos meses e ja sei hangul, um pouco de gramatica e bastante vocabulário.
    Estou em busca de bons livros – tenho alguns livros e pdfs no tablet mas tem hora que gosto de material impresso para estudar . Esses livros na foto são bons ? Apesar de saber bem básico no inglês estou querendo investir rs

    Abraço e parabéns pela dedicação :)

    12 de Janeiro de 2018 at 14:08 Responder
    • Djessica Prado

      Onde eu tirei esse nome ?! Prihhh, me desculpa pelo vacilo kkkkkkkkkkk

      12 de Janeiro de 2018 at 14:10 Responder
  • Maíra Namba

    Que saudade de vir aqui <3
    que incrível a sua dedicação linda, sério de verdade. Fico admirada, porque eu sei o quanto é difícil estudar em casa, ter essa disciplina, e achei muito legal como você dedicou e organizou, sérioo, parabéns, mais do que merecido tudo isso que você conseguiu.

    E acho que só melhora a auto estima né? você conseguir fazer algo que sempre quis, melhora demais.. continue viuu, não paree linda, você é capaz de muitaaa coisa, e tenho certeza de que você vai mais longe..

    Quero ver nesse blog, posts de quando você estiver la na Coreia, vendo um show do BIGBANG <3 ahahhaa

    beijos :)
    FEliz 2018!

    12 de Janeiro de 2018 at 8:48 Responder
  • Iva

    Priih,amei seu depoimento. Tenho me virado aqui e ali para estudar coreano. Mil vídeos no YouTube, EaD do Senac (muito complicado, porque já começa no modo avançado)… Não é fácil. Sabe as folhinhas soltas? Tenho um monte delas em todos os cantos e, quanto maior é o número delas, mais me sinto perdida. Acho que está na hora de me organizar. Fiquei estimulada com tudo o que vc disse. Vou em frente. Só para constar: tenho 60 anos e este vai ser meu desafio de 2018!

    11 de Janeiro de 2018 at 19:26 Responder
  • Renato

    Que incrível! Eu estava fazendo um curso de coreano em SP, mas acabei mudando de cidade e consequentemente precisei parar o curso. No entanto gostaria muito de continuar os estudos. Qual a média de preço para este curso online? Gostaria muito de fazer, mas para isso preciso preparar o bolso. Obrigado!

    11 de Janeiro de 2018 at 12:12 Responder
  • Cauyza Ribeiro

    Pooxa Priscila, muito bom ler seu post que me foi sugerido pelo Carlos Gorito! Sofro dos mesmos transtornos de ansiedade e deprê, e tenho uma paixão enorme pela cultura coreana assim como o aprender o idioma. Ainda vou começar o curso, já andei estudando algumas coisas e estou super super super ansiosa para que comece, mas ainda resta aquela dúvida, que é se vou conseguir mesmo dominar a língua.

    bjbj

    11 de Janeiro de 2018 at 2:08 Responder
  • M.

    Fico feliz por ver o seu progresso, Priscila!
    E acho que consigo imaginar o quanto você se empenhou.
    Espero conseguir me esforçar tanto quanto você para que os meus resultado também sejam satisfatórios.

    Fighting!

    9 de Janeiro de 2018 at 21:55 Responder
  • Caroline

    Oii, tudo bom?
    Gostei do que li! e ‘vamo que vamo,’ vou para a Coréia esse ano, quero absorver o máximo para aproveitar, quanto tempo dura cada módulo?

    9 de Janeiro de 2018 at 14:37 Responder
  • Micaela

    Priscila que alegria foi descobrir o seu blog pelo De prosa na Coreia, estou fazendo o curso mas não saí da primeira aula. E isso já faz 5 meses, imagina como to? To super ansiosa com medo que não vai dá tempo mais. O seu post foi o empurrão que eu precisava. Apesar de falar Inglês e até dá aula, ainda acho que não tenho capacidade pra aprender Coreano. Muito Obrigada. E uma última coisa, aonde você encontrou esses livros?

    5 de Janeiro de 2018 at 21:11 Responder
      • Micaela

        Priscila muito obrigada pela resposta!! Eu li o seu post antes desse e me identifiquei muito, e me deu muita força, obrigada por compartilhar sua luta! Beijos de luz e um abraço bem quentinho!!

        7 de Janeiro de 2018 at 22:35 Responder
  • Lizandra Marinho

    Adorei, eu estudo sozinha, mas acredito que estudando com alguém que é fluente é mais aproveitoso.

    5 de Janeiro de 2018 at 20:58 Responder

Comenta, vai?